Quinta-feira, Maio 13, 2021

Mário Ferreira critica Correio da Manhã e chama mafioso a Paulo Fernandes

Mário Ferreira, o novo dono da TVI, criticou fortemente o Correio da Manhã e o grupo Cofina.

Em causa, a notícia com o título “Investigação a milhões dos estaleiros parada”, e ainda a descrição de que “Investigação que visa Mário Ferreira saiu da PJ em 2019”.

O CM acrescenta ainda “Estado Lesado”.

Mário Ferreira recordou que a Cofina chegou a fazer uma proposta pela TVI e que depois a retirou e que, alegadamente, tem lançado várias notícias para o denegrir.

O Correio da Manhã ao serviço do mafioso PAULO FERNANDES e da COFINA.

Não, não estou a fazer publicidade a esta lixeira transformada em jornal ao serviço dos interesses económicos de um mafioso de meia tigela, Paulo Fernandes que para além de ter o complexo de ser baixinho, ser um bipolar desonesto e não saber perder, lança hoje mais uma notícia falsa na tentativa falhada de me descredibilizar junto da opinião pública e instituições regulatórias. Perguntarão porque razão? Porque Paulo Fernandes e os seus sócios cancelaram por vontade própria e de forma irregular o negócio da compra da TVI e agora querem arranjar forma de a agarrar para salvar a miséria em que se encontra a Cofina, tentando de forma criminosa e mafiosa influenciar a ERC, felizmente não acredito hoje, que ele mande na instituição como se gabava de mandar. Uma vergonha que não passará uma vez mais em vão, tenho um acumulado de mais de 400 notícias fabricadas por este grupo a mando do seu chefe. Vão responder no local certo a todo este fabricar de falsidades.
Em relação ao tema Atlantida, foi um negócio totalmente transparente, concurso público internacional auditado e fiscalizado pelo ministério público, existiram 3 propostas a nossa ganhou depois do que ficou em primeiro lugar não ter pago o valor oferecido, depois da nossa compra e ao contrário do que dizem estes falsos jornalistas, investimos uns milhões na transformação, certificação e reabilitação do navio, vendemos com uma boa margem positiva porque não cumpria com os requisitos que necessitávamos e iniciamos imediatamente a construção de uma nova série de acordo com o que necessitávamos. Felizmente na minha vida tenho comprado vários navios em leilões e é certamente a forma mais justa e aberta, pois todos podem licitar!!! Os que acham a venda barata tivessem comprado e arriscado o vosso próprio dinheiro, seriam assim empreendedores.
Um abraço a todos.
Avatar
Redacçãohttp://www.infocul.pt
Redacção oficial do site infocul.pt

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,970FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
89InscritosInscrever