Rui Melo recorda a morte do pai: “Foi uma tareia, porque foi um choque de realidade”

Rui Melo recorda a morte do pai: “Foi uma tareia, porque foi um choque de realidade”, disse a Daniel Oliveira, no Alta Definição, na SIC.

Rui Melo recorda a morte do pai: "Foi uma tareia, porque foi um choque de realidade"

Rui Melo esteve à conversa com Daniel Oliveira no “Alta Definição”, da SIC.

O actor falou da sua vida pessoal e acabou por recordar a morte do seu pai, vítima de um AVC.

Ficam as boas recordações, porque temos tendência de esquecer as más, de guardar só o que é bom de guardar. Claro que tenho saudades do meu pai, estranho seria não ter, mas isso não me traz uma dor profunda. Demorei a aceitar isso, demorei a apaziguar-me com a dor”, começou por dizer.

O meu pai morreu com um AVC. Eu estava duas semanas de estrear um espetáculo no Porto, fui a Évora para o funeral, voltei para o Porto e fiz uma temporada de meses. De alguma forma, na minha cabeça, naquele período arrumei a morte. Depois quando voltei caiu-me em cima de forma violenta, foi duro”, recordou.

Foi uma tareia, porque foi um choque de realidade. Tu arrumas aquilo ali na gaveta, como costumamos fazer com muitos dos nossos problemas, mas há uma altura em que começa a tremer, depois abres a gaveta e salta-te para cima. Não foi uma obra divina, não há ninguém culpado, foi o corpo que deixou de funcionar e está tudo bem”, rematou.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

28,673FãsCurtir
12,948SeguidoresSeguir
300SeguidoresSeguir
180InscritosInscrever