Terça-feira, Março 2, 2021

André Ventura pede audição urgente do coordenador nacional da task force da vacinação contra a COVID-19

O deputado único do CHEGA requereu, este domingo, a audiência parlamentar com carácter de urgência do dr. Francisco Ramos, coordenador nacional da task force da vacinação contra a COVID-19.

Exmo. Senhora deputada Maria Antónia de Almeida Santos,
Presidente da Comissão da Saúde Os últimos dias têm revelado uma total desorganização e falta de responsabilidade e preparação para levar a cabo uma tarefa de suma importância como é a da vacinação contra a COVID-19.
Vários têm sido os casos em que pessoas que não pertencem a nenhum grupo prioritário têm sido indevidamente vacinadas, passando, desta forma, à frente de profissionais dos setores que lutam diariamente e na linha da frente contra a pandemia.
É inexplicável que diretores, assessores e outros quadros superiores do INEM – que não fazem parte da lista prioritária – já tenham sido vacinados quando há milhares de portugueses que aguardam ainda pela sua vez.
A esta desrespeitosa atitude soma-se ainda o facto de o responsável pela delegação do Norte do INEM ter decidido aplicar o excedente das vacinas em funcionários de uma pastelaria. É ainda de uma falta de honestidade inqualificável que pessoas com responsabilidades políticas e públicas, como é o caso de Elisabete Adrião, presidente das Mulheres Socialistas do Seixal,
Natividade Coelho, diretora da Segurança Social de Setúbal ou José Calixto, autarca de Reguengos de Monsaraz, tenham já sido vacinados utilizando, para tal, esquemas para contornar as regras.
Face a tantos casos polémicos seria expectável que o coordenador da task force da vacinação contra a COVID-19, o ex-Secretário de Estado, doutor Francisco Ramos, assumisse a sua responsabilidade por todas estas falhas que se têm verificado no protocolo definido pela sua equipa, ao invés de branquear o sucedido e ainda desculpabilizar tal actuação.
No entanto, e pese embora fale em “batota” no acesso às vacinas, o dr. Francisco Ramos opta por um discurso de ataque a intervenientes políticos cuja responsabilidade no processo de vacinação é rigorosamente nenhuma.
Por todos os motivos aqui expostos, e porque a ministra da Saúde teima em não se pronunciar sobre o sucedido, entende o deputado único representante do Partido CHEGA solicitar, nos termos regimentais aplicáveis, que a Comissão da Saúde, delibere solicitar a audição urgente de: 1 – Doutor Francisco Ventura Ramos, Coordenador Nacional da Task Force da vacinação contra a COVID-19.
Assembleia da República, 31 de janeiro de 2021
O deputado
André Ventura

Avatar
Redacçãohttp://www.infocul.pt
Redacção oficial do site infocul.pt

Artigos Relacionados

Fim! André Filipe e Margarida Caeiro terminam relação

Um dos mais polémicos concorrentes do Big Brother - A Revolução, André Filipe, anunciou que terminou a relação com Margarida Caeiro. Desde a passagem de...

Manuel Luís Goucha de regresso às manhãs da TVI

O apresentador Manuel Luí Goucha estará, hoje, no programa Dois às 10, com Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos. Manuel Luís Goucha, que liderou as...

Alcochete: Detectadas 17 infracções em fiscalização a oficinas automóveis

O Comando Territorial de Setúbal, através do Posto Territorial de Alcochete, ontem, dia 1 de março, levou a cabo uma operação de fiscalização à...

Siga-nos nas redes sociais

23,967FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
69InscritosInscrever