Quarta-feira, Setembro 22, 2021

Bastinhas na Nazaré: “A competição entre nós fará do espectáculo um verdadeiro deleite para o público”

Bastinhas na Nazaré: "A competição entre nós fará do espectáculo um verdadeiro deleite para o público"

Bastinhas na Nazaré: “A competição entre nós fará do espectáculo um verdadeiro deleite para o público”, disse-nos o cavaleiro de Elvas.

Marcos Bastinhas regressa, no sábado, à Nazaré, para actuar na Praça de Touros do Sítio da Nazaré, compartindo cartel com Luís Rouxinol e João Moura Jr., frente a touros da ganadaria Passanha. Nesta noite, pegam os forcados amadores de Lisboa e Montemor.

Uma temporada em que Marcos Bastinhas tem triunfado forte em cada corrida, mostrando num excelente momento da sua carreira. Basta recordar os recentes triunfos em Beja e Campo Pequeno, que aqui demos conta.

Em entrevista ao Infocul, Marcos Bastinhas destacou que “esta temporada está a ser extremamente feliz, é recompensador concretizar em praça aquilo para que se trabalha durante toda a semana, por vezes isso é uma junção de factores que nem sempre controlamos, mas tenho tido a felicidade de o conseguir e isso deixa-me com vontade de fazer sempre mais e melhor“.

Depois da corrida da Nazaré, tem já mais de uma dezena de compromissos agendados.

Quanto aos compromissos , tenho em agenda cerca de mais de uma dezena de corridas , com cartéis de alta competição , como Elvas, Évora, entre outras mas que não me pertence a mim divulgar . E corridas também muito simbólicas para mim como a corrida em Salvaterra de homenagem à grande cavaleira Ana Baptista , pela qual nutro uma grande admiração e amizade“, revelou.

Na Nazaré, “este cartel é um cartel de compromisso, conheço bem os dois, admiro-os na sua diversidade de toureio, dois toureiros muito profissionais e que nunca viram a cara à luta, mas dentro de praça será sempre a competição entre nós que fará do espetáculo um verdadeiro deleite para o público. Esperemos que se reúnam todas as condicionantes que permitam grandes triunfos“, disse-nos sobre a competição com Luís Rouxinol e João Moura Jr.

A Nazaré conta com um público muito peculiar, festivo e carinhoso para com os toureiros, tendo Marcos Bastinhas destacado isso.

O público da Nazaré compra o bilhete consciente daquilo que quer ver, querem um espetáculo com verdade e entrega e é para isso que lá estamos. Garantir que todos saiam com vontade de querer voltar na próxima corrida“, disse, acrescentando “eu, felizmente, sinto que o público é muito generoso comigo, lembro especialmente a primeira corrida que fiz na Nazaré após a partida do meu pai e foi um momento muito emocionante, o carinho faz-nos sentir abraçados“.

No próximo sábado, os touros são da ganadaria Passanha, que tem permitido muitos triunfos aos toureiros.

O cavaleiro destaca que “a Ganadaria Passanha atravessa um óptimo momento .O Diogo é um excelente profissional e tem criado ao longo dos anos óptimos toiros e vencido vários troféus . Certamente será uma corrida que dará garantias de sucesso“.

O ginete destacou ainda a sua, muito completa e versátil, quadra de cavalos.

A minha quadra não se esgota num determinado touro e isso é uma sensação muito boa para um toureiro. Saber que temos várias respostas, quando as perguntas mudam a meio do jogo é confortável, mas também é significado de muito trabalho. Não basta ter os cavalos, é preciso pô-los à nossa forma de tourear e isso exige muitas horas e muita persistência“, começou por destacar.

Quanto aos cavalos destaco o Danone, estrela maior que me acompanha há vários anos; Capa Negra, um cavalo muito especial; Gitano, com um toureio muito espectacular; Da Vinci, que “tem pintado” umas bonitas lides; Dna, com muita emoção; Destinado, exímio nos pares a duas mãos“, elencou.

É esperada casa cheia, dentro dos limites impostos pelas autoridades de saúde, na Praça de Touros da Nazaré, no sábado, mas a quem ainda tenha dúvidas sobre ir à corrida, Marcos deixa uma importante mensagem: “Tenho a certeza que o público da Nazaré já estará motivado a esgotar a lotação permitida, mas para quem ainda esteja na dúvida o cartel montado reúne condições para dissipar qualquer incerteza. Será uma noite especial“.

O tauródromo nazareno tem ainda um outro grande destaque para Marcos Bastinhas.

Durante anos, o seu pai, Joaquim Bastinhas, foi provavelmente o toureiro mais aclamado naquela praça de touros. Prova disso é a homenagem que lhe foi feita, no exterior da praça, onde está uma placa a assinalar a ligação daquelas gentes ao cavaleiro.

Questionado se o facto do nome Bastinhas ser ali tão estimado lhe traz pressão adicional, Marcos foi muito claro: “Não lhe chamaria pressão, mas sim responsabilidade. A mesma que carrego todos os dias, esteja a tourear ou não. O meu pai tocou muitas pessoas e é meu dever dar continuidade a tudo aquilo que representa o apelido Bastinhas“.

Bastinhas na Nazaré: “A competição entre nós fará do espectáculo um verdadeiro deleite para o público”, antecipou Marcos Bastinhas, naquela que será uma das corridas da temporada.

A corrida inicia pelas 22:15 e os bilhetes podem ser adquiridos na Bilheteira da Praça, na Agência de Jornais na Praça Sousa Oliveira ou através de reserva pelo número de telefone 965 820 433.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever