Camané & Mário Laginha e Cuca Roseta no Festival Fado Sevilha

Camané & Mário Laginha e Cuca Roseta no Festival Fado Sevilha, a 30 de Novembro e 1 de Dezembro.

Camané & Mário Laginha e Cuca Roseta no Festival Fado Sevilha

O Festival Fado regressa a Sevilha com o tema “Fado e o Mar”. A edição de 2022 divide-se pelo Teatro Lope de Vega com os concertos de Camané e Mário Laginha no dia 30 de novembro e de Cuca Roseta no dia 1 de dezembro, e Consulado Geral de Portugal em Sevilha, que contará com a exposição uma mostra de cinema e uma conferência.

O Festival de Fado acontece em 17 grandes cidades da Europa, África, América Latina e Ásia; O Festival completa 12 edições em 2022 desde o seu início em Madrid.

O evento visa promover a língua, a cultura e a marca portuguesas no estrangeiro com um dos principais emblemas do país: o fado, Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO. O festival também ajuda a destacar os fadistas no cenário musical internacional.

Camané e Mário Laginha

Camané e Mário Laginha não são estranhos. A excelente compreensão sentida nestas colaborações esporádicas resultou no inevitável aprofundamento dessa simbiose: “Aqui está – fique calmo” é um novo projeto concebido de raiz para dar mais brilho a uma voz e um piano que foram cúmplices desde a primeira vez que subiram a palco juntos. O concerto contará com 20 canções retiradas do tradicional cânone fadista, do repertório de Camané, e incluirá ainda composições inéditas de Mário Laginha que, recordemos, musicou um poema de Álvaro de Campos “Ai Margarida”, que faz parte de um dos últimos álbuns de Camané. Estes dois artistas, sendo profundamente lisboetas, trazem para as suas actuações toda a essência da capital portuguesa. Esta união fez com que ganhassem todos os prêmios nacionais e alcançassem o 1º lugar do Top Nacional e a indicação ao Grammy Latino. Camané e Mário Laginha não são estranhos. Já deram vários concertos juntos.

Cuca Roseta

Cuca Roseta é uma das vozes mais impressionantes e marcantes do Fado atual. O seu álbum de estreia foi produzido por Gustavo Santaolalla, um prestigiado produtor argentino que tem dois Oscars de Hollywood e vários Grammys. O sucesso do seu primeiro álbum colocou-o imediatamente na primeira posição de fadistas. Mas Cuca não parou por aqui. Em “Raiz”, o seu segundo álbum, assume-se como compositora e letrista da maior parte das suas composições e valoriza-a ainda mais no mundo do Fado, destacando e exibindo todos os seus talentos. Também em “Riu”, o terceiro trabalho, recebeu as melhores críticas nacionais e internacionais, álbum que foi produzido por Nelson Motta, o mesmo produtor de Djavan, Elis Regina, Marisa Monte entre muitos outros.

Para além dos dois concertos, e com o objetivo de realçar as múltiplas facetas da cultura portuguesa e do Fado, o festival vai ainda organizar três atividades gratuitas no Consulado Geral de Portugal em Sevilha:

  • Exibição do documentário “Fado” de Sofia de portugal e Aurélio Vasques.
  • Uma conferência “Fado e o Mar”, pelo cantor Rodrigo Costa Félix. Para além de concertos e digressões em Portugal e no estrangeiro, a vasta experiência e profundo conhecimento do mundo do fado permitiu a Rodrigo Costa Félix conduzir vários workshops e conferências sobre fado em universidades, escolas e festivais.
  • Uma exposição representativa do Fado produzida pelo Museu do Fado e pela EGEAC.

PROGRAMA – FESTIVAL FADO SEVILHA

QUARTA-FEIRA. 30 DE NOVEMBRO

CONSULADO GERAL DE PORTUGAL
18h00 – Conferência – “Fado e o Mar”, por Rodrigo Costa Félix
TEATRO LOPE DE VEGA
20h00 – Concerto – Camané e Mário Laginha

QUINTA-FEIRA. 1 DE DEZEMBRO

CONSULADO GERAL DE PORTUGAL
18h00 – Cinema – “Fado”, documentário de Sofia de Portugal e Aurélio Vasques
TEATRO LOPE DE VEGA
20h00 – Concerto – Cuca Roseta

24 DE NOVEMBRO A 24 DE DEZEMBRO

CONSULADO GERAL DE PORTUGAL
Exposição – “El Fado Y El Mar”, produzida pelo Museu do Fado e pela EGEAC

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

28,667FãsCurtir
12,945SeguidoresSeguir
302SeguidoresSeguir
181InscritosInscrever