Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Castilla e León permitirá 50% da lotação nas touradas, desde que localidades estejam na fase 2 pelo menos durante 2 semanas

A Junta de Castilla León permitirá a realização de espectáculos taurinos com metade da capacidade após 15 dias na fase 2 ou fase 3. O facto foi confirmado esta semana pelo ministro da Cultura do Governo Regional, Javier Ortega Álvarez, aos empresários Carlos Zúñiga e Antonio Matilla, responsáveis ​​pelas praças de de Zamora, León e Valladolid, em reunião realizada a pedido da administração regional.

Segundo o El Correo de Burgos, no encontro, onde também esteve presente o secretário do Ministério da Cultura, Gregorio Muñoz Abad, foi abordado o capítulo que mais preocupa os organizadores dos espetáculos taurinos do ano 2021: a capacidade com que eles podem contar para organizar corridas de touros.

O lado do negócio centrou-se em dois aspectos principais: por um lado, a importância de reativar a atividade tauromáquica, retirando as restrições à realização de espetáculos e, por outro lado, a importância de poder ter um mínimo de cinquenta por cento da capacidade para ser capaz de organizar e rentabilizar a atividade.

Ambas as questões foram tratadas pelos altos funcionários do Governo Regional em matéria de cultura. Da administração regional foi informado que as restrições começarão a ser levantadas após os feriados da Semana Santa, de acordo com a situação epidemiológica de cada uma das províncias.

Quanto a poder ocupar metade da capacidade, o Conselho vai preparar um regulamento para poder chegar a esse valor desde que cumpridas duas premiações: que a cidade esteja na fase 2 ou 3 e que esteja nessa situação num mínimo de duas semanas.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
114InscritosInscrever