Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Ljubomir Stanisic acusado pelo Ministério Público de corromper agente da PSP durante Estado de Emergência

Ljubomir Stanisic está a ser acusado pelo Ministério Público de um crime de corrupção ativa e outro de desobediência.

Em causa, segundo o Correio da Manhã, está o processo Dupla Face, em que o Chef é um dos 27 arguidos.

O empresário é mencionado em várias escutas feitas a Nuno Marino, um dos dois agentes da PSP acusados de tráfico de droga, numa rede desfeita pela polícia e com o qual o chefe de cozinha nada tem a ver.

Contudo, a 2 de Abril deste ano, já em pleno Estado de Emergência, Ljubomir Stanisic pediu ajuda ao irmão de Marino para poder ir passar a Páscoa a Grândola com a família, contudo queria evitar problemas na Ponte 25 de abril onde decorriam as fiscalizações da PSP.

Assim, e segundo o CM, Ljubomir ofereceu duas garrafas de vinho e uma de conhaque e rum ao agente. Em troca, o polícia abriu caminho com o carro pessoal ao Chef para este passar sem problema.

Mas há mais acusações: Pediu ainda verificação de uns telefones de amigos e ainda para ajudar um amigo seu também a atravessar a ponte sem enfrentar a fiscalização.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
114InscritosInscrever