Sandra Felgueira acusa: RTP queria acabar com Sexta às 9

Sandra Felgueira acusa: RTP queria acabar com Sexta às 9

Sandra Felgueira acusa: RTP queria acabar com Sexta às 9, numa publicação feita nas redes sociais, na qual se despede do colega e da estação pública.

Deixa, abaixo, o texto da jornalista:

Despedi-me ontem dos meus amigos da RTP.
E da RTP.
A partir de agora e até me desvincular da empresa em Janeiro estou oficialmente de férias.
Entendi, por isso, que devia por fim aos rumores, às intrigas e a tudo o que fui ouvindo no último mês sobre a minha saída da RTP1 sem nenhuma adesão à realidade. A não ser uma tentativa de me subestimarem e justificarem o injustificável: o terem deixado que o único programa de investigação televisivo do país, por acaso feito pelo serviço público de televisão, fosse asfixiado por falta de meios até ao fim.

Sei bem o que isto significa.
E vivi com muito sofrimento esta tomada de decisão.
Mas tomei-a em consciência. Por mim e por todos os profissionais que comigo trabalhavam e a quem não poderia continuar a pedir que sacrificassem a vida, sem quaisquer condições, em nome de um desígnio que esta RTP não acarinhava porque na verdade, sem poder dizê-lo, ambicionava – há muito – este desfecho.
É por isso com muita noção de dever cumprido mas com muita mágoa que disse a todos “até já” sabendo que é um “adeus”.
A minha vida profissional vai continuar a partir de Janeiro, seguramente com os meios e as condições que esta RTP não nos quis nunca dar.
É nisso que eu acredito. E é, por isso, que parto. Por mim, pelo jornalismo e pelo país. Na certeza de que irei dar sempre de mim o melhor para que estejamos sempre muito informados.
Aliás, é com muito orgulho (e talvez como coroa de glória) que me despeço a assistir sentada à notícia da prisão de João Rendeiro na África do Sul. Ou seja, onde há mais de um mês, em exclusivo, o Sexta às 9 – RTP disse que ele estava.
Nesse dia, vários artigos foram escritos a duvidar desta verdade.
Mas afinal, era mesmo na África do Sul.
Era mesmo onde só o Sexta às 9 disse que Rendeiro estava.
O jornalismo vive de factos.
Eu despeço-me com factos.
Deixo a para-realidade, os rumores e as mentiras para as pessoas menores que nunca saberão o que é descobrir factos e trazê-los à luz do dia em nome de uma sociedade livre e esclarecida
“.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

28,102FãsCurtir
12,820SeguidoresSeguir
258SeguidoresSeguir
162InscritosInscrever