Quinta-feira, Maio 13, 2021

Sócrates não vai a julgamento por crimes de corrupção

D.R.

José Sócrates não vai a julgamento, pelos crimes de corrupção em que estava acusado.

Esta foi a decisão do juiz Ivo Rosa, dada hoje a conhecer de forma pública e acompanhada em directo por todas as TV’s nacionais.

O juiz Ivo Rosa fez cair todos os crimes de corrupção imputados pelo Ministério Público ao antigo primeiro-ministro José Sócrates.

Grupo Lena

“José Sócrates não favoreceu o grupo Lena enquanto era primeiro-ministro”, considerou Ivo Rosa. O juiz referiu as várias obras e contratos da Parque Escolar, dizendo que algumas obras apontadas pelo MP “terminaram antes” de Sócrates ser PM e outras “após ter cessado funções”.

“A acusação do MP não prima pelo rigor necessário”, afirma Ivo Rosa.

Sobre Ricardo Salgado e Portugal Telecom

O juiz Ivo Rosa faz cair mais um crime de corrupção, este imputado a José Sócrates e Ricardo Salgado (agente corruptor, segundo o MP), respeitante à OPA da Sonae à Portugal Telecom e em relação ao BES.

Justifica o magistrado que o crime prescreveu em 2015.

“Não se mostra indiciada qualquer interferência de José Sócrates na OPA da Sonae à PT”, ou de Ricardo Salgado ou GES, considerou Ivo Rosa.

VIVO/OI

O juiz Ivo Rosa referiu que “não há provas de que Sócrates influenciou o negócio entre a VIVO e a OI”.

“É fantasia, sem provas, favorecimento de José Sócrates”, disse Ivo Rosa.

O juiz Ivo Rosa considerou que não há elementos suficientes que provem que Ricardo Salgado tenha pago 12 milhões de euros a José Sócrates.

Para o juiz não existem indícios suficientes para levar o ex-PM a julgamento pelo crime de corrupção relacionado com o arguido Ricardo Salgado.

Avatar
Redacçãohttp://www.infocul.pt
Redacção oficial do site infocul.pt

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,970FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
89InscritosInscrever